Redes socias

Brasil Multi Vídeos

Brasil Multi Vídeos
O seu canal de entretenimento

RDS

sábado, 17 de novembro de 2018

Deputado Diogo Morais representa Pernambuco em Conferência na China

Blog A Voz do Povo BJ


   O deputado estadual Diogo Moraes, atual primeiro-secretário da Alepe e também secretário da Unale (União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais), apresenta palestra sobre a educação pernambucana em terras orientais durante a China International Friendship Cities Conference 2018. Na sexta edição da conferência, realizada na província de Hubei, cuja capital é Wuhan, entre 14 e 16 deste mês, o tema central abordado foi “Sharing Development Opportunities and Deepening Win-Win Cooperation” (em português, “Compartilhando oportunidades de desenvolvimento e aprofundando a cooperação Win-Win”).

   A conferência chinesa conta com a presença de 800 participantes de 60 países do mundo, sendo apenas 08 brasileiros, deputados estaduais integrantes da Unale, proporcionando um grande compartilhamento de opiniões, além de aprofundar e cultivar relações internacionais.  Para Diogo Moraes, a oportunidade de participar do encontro foi única e de grande enriquecimento profissional e humano. “Quando surgiu o convite, através da Unale, para representar Pernambuco do outro lado do mundo, vi que seria uma grande chance de falar sobre algo que temos muito orgulho: a educação pernambucana, que supera a média nacional por anos seguidos. *No Brasil, já fomos reconhecidos por termos a melhor educação pública do país, com uma rede de escolas integrais e técnicas que cresceu nos últimos 13 anos, superando estados como São Paulo. Agora, tivemos a oportunidade de mostrar ao mundo como ser referência nesta temática”,* ressalta o parlamentar. Segundo Diogo, durante os dois dias de evento ocorreram sessões com diversos temas e exibições relacionadas à temática de desenvolvimento.

   Na ocasião, Diogo Moraes teve a oportunidade de cumprimentar e conversar com o Ex-primeiro-ministro chinês, Yukio Hatoyama. A comitiva brasileira conta com a participação de oito deputados e deputadas, entre eles, o presidente da Unale, o deputado estadual pelo Rio Grande do Sul Ciro Simoni, o deputado estadual pelo Ceará, Joaquim Noronha (Vice-presidente) e a a deputada estadual pela Bahia, Ivana Bastos (secretária-geral).

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

DNIT vai construir passarelas de pedestres em Caruaru e Garanhuns

   O ministro dos Transportes, Valter Casimiro, vai ao agreste de Pernambuco, na próxima semana, para decidir com o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) a localização exata de duas passarelas de pedestres, a serem construídas na BR 104, em Caruaru, e na BR 424, em Garanhuns.  A decisão foi tomada nessa quarta-feira (14/11) em audiência ao deputado federal eleito Fernando Rodolfo (PHS-PE), que lhe solicitou as obras.

   “O DNIT opera um programa especifico para eliminar pontos críticos nas rodovias federais, de modo a dar maior segurança aos seus usuários. As passarelas de pedestres nas BRs preservam vidas”, declarou Casimiro. Informou a Rodolfo que ainda este mês serão iniciados os projetos das duas passarelas e, assim que forem concluídos, o DNIT abrirá a licitação para a construção.

   Em sua quarta viagem a Brasília após o pleito de 15 de outubro, o jovem deputado federal eleito, com expressivas votações em Caruaru e Garanhuns, suas principais bases, argumentou ao ministro dos Transportes que os vários casos de atropelamento e mortes nas travessias das duas rodovias exigem urgência na instalação das passarelas.

   Segundo Fernando Rodolfo, como os custos delas, relativamente baixos se comparados a outros projetos do DNIT, não são afetados pelas graves restrições orçamentárias do Ministério dos Transportes, a construção das passarelas é totalmente viável, como demonstrou Valter Casimiro. “São investimentos importantes para o ir e vir do cidadão de Caruaru e Garanhuns”, assinalou.  


Luiz Roberto Marinho

‘Boteco Difusora’ traz clima de happy hour para as tarde do Shopping

Robson Meriéverton – Assessoria de Imprensa do Shopping Difusora 

   Encontrar com os amigos no fim do expediente para jogar conversa fora e aproveitar uma boa música. Essa é a proposta trazida pelo Shopping Difusora que promete movimentar as tardes de quinta, sexta e sábado do público que frequenta o centro de compras e lazer. O ‘Boteco Difusora’, nome escolhido para o projeto musical, contará com programação diversificada e gratuita.
   A proposta é utilizar as Praças de Alimentação do primeiro, segundo e terceiro piso como palco para as atrações que se apresentarão durante a realização do projeto. Para evidenciar todos os gostos musicais, sem deixar ninguém de fora, o Boteco Difusora contará com bandas e artistas que levarão o samba, pagode, MPB, forró, jazz e muitos outros ritmos musicais para animar o encontro com os amigos.
   A boa notícia é que a programação do Boteco Difusora começa já a partir desta semana. Uma excelente oportunidade para aproveitar com os amigos. Na quinta (15/11), às 18h30, quem se apresenta por lá é Jessy Black. Já na sexta (16/11), às 18h30, a animação fica por conta do show de Ângelo Loyo. Para fechar a primeira semana de realização do projeto, no sábado (17/11), às 13h, é a vez do Grupo Cambucá.
   De acordo com o gerente de Marketing do Shopping Difusora, Welter Duarte, o Boteco Difusora surgiu para agradar o público. “Com a proximidade do fim de semana, quem é que não gosta de encontrar os amigos para ouvir boa música e conversar? Foi justamente para contemplar esse público que nasceu o Boteco Difusora. O projeto promete dar uma nova cara as tardes no Shopping Difusora”, acrescenta.

Serviço

Boteco Difusora:
Onde: Praças de Alimentação do Shopping Difusora;
Quando: Quinta (15) e sexta (16), às 18h30 e sábado (17), às 13h;
O projeto é gratuito.

O Tapete Voador faz shows gratuitos durante todo mês de novembro

Danilo Mensil


   No mês da Consciência Negra, a dupla Mila Puntel e Bruna Peixoto, do Tapete Voador, chega com o Balaio Mágico repleto de canções e narrativas Afro- brasileiras, com todo o encantamento que nossa Mãe África tem a ofertar, sua cultura riquíssima e seus costumes.

   Repleto de boas histórias e cantorias, as apresentações são gratuitas e tem repertório voltado para público infantil.


Confira a agenda da dupla para o mês de Novembro:

Tema: “ Aqui mora um conto- da África ao Brasil”
Local: Hotel Sheraton Paiva
Data: 15/11 (quinta) às 16h
Evento fechado para hóspedes

Tema: “Aqui mora um conto- da África ao Brasil”
Local: The Garden Mall (Piedade)
Data: 24/11 (sábado) às 10:30h
Evento Gratuito

Tema: “ Show musical: Cantaventos de Alegria”
Local: Rancho Bento (Vitória de Santa Antão)
Data: 24/11 ( sábado) às 16h
Day Use (contato do Rancho: 81. 99105-5492)

Tema: “ Um Outro Abraço”-  Editora CEPE na FLITIN – Feira de Literatura Infantil
Local: Academia Pernambucana de Letras
Data: 23/11 (sexta) às 10h
Evento gratuito

Tema: “Uma Festa na Floresta”-  Editora CEPE na FLITIN – Feira de Literatura Infantil
Local: Academia Pernambucana de Letras
Data: 25/11 (domingo) às 11h
Evento gratuito

Tema: “Contos da Cepe” na FELIS- Feira Literária do Sertão
Local: Arcoverde- Praça Winston Siqueira
Data: 30/11 (sexta) às 17:30h
Evento gratuito


Cine Sesi chega a Belo Jardim e Machados neste final de semana

Em Machados será a primeira vez que a caravana da sétima arte desembarca


Marcelo Silva (Aponte Comunicação)


Foto: Fernando Vitral
   De 16 a 18 de novembro, Belo Jadim no Agreste Central e Machados no Agreste Setentrional vão receber o Cine Sesi, um projeto que leva cinema de qualidade, pipoca e filmes premiados de graça para cidades, onde a sétima arte não chegou ou tenham cinemas desativados. As apresentações iniciam às 18h30. Em Belo Jardim vai ser na Praça da Estação, e em Machados no Pátio de Eventos.

    Nas duas cidades será montada uma grande estrutura com cadeiras, tapete vermelho, exibição de filmes nacionais com grande sistema de sonorização e projeto Full HD. Em Machados será a primeira vez que a Caravana da sétima arte desembarca. Nesta edição a iniciativa já passou por 18 municípios e já foi visto por mais de 70 mil pessoas.

    “A nossa proposta é que a população se encontre em nome da cultura. E, com isso, desperte um olhar mais crítico tanto para a religião, política e outros assuntos que rondam seu cotidiano. Esse é o papel da cultura. O cinema tem esse poder de ajudar a mente a ficar mais perspicaz e criativa, independente de classe social ou profissão. Isso afeta diretamente na qualidade de vida do cidadão”, avalia Lina Rosa curadora do projeto.

   Segundo o Superintendente do SESI-PE, Nilo Simões, o Cine Sesi além de proporcionar cultura para o trabalhador da indústria, acaba por beneficiar toda a população dos municípios contemplados no projeto, já que as exibições acontecem sempre em praça pública e em locais de grande fluxo de pessoas. “É uma oportunidade de levar cinema de qualidade a todos”, ressalta.

   Este ano, estão em cartaz os seguintes filmes: curtas “Plantae”, uma animação de Guilherme Gehr; “Próxima”, de Luiza Campos; e “Médico de Monstros”, de Gustavo Teixeira. Já os longas, são: “Pequeno Segredo”, de David Schumann; “O Filho Eterno”, de Paulo Machline; e a animação “O Touro Ferdinando”, de Carlos Saldanha.

   Vão ser apresentados os curtas metragens “Plantae”, uma animação de Guilherme Gehr; “Próxima”, de Luiza Campos; e “Médico de Monstros”, de Gustavo Teixeira. Já os longas metragens, são: “Pequeno Segredo”, de David Schumann; “O Filho Eterno”, de Paulo Machline; e a animação “O Touro Ferdinando”, de Carlos Saldanha.

   O “Pequeno Segredo” relata a relação da Família Schumann com a menina Kat, uma criança frágil, mas de muita personalidade; enquanto “O Filho Eterno” retrata a história de um casal que espera a chegada do primeiro bebê. Mas a alegria do pai vira incerteza com a descoberta de que o filho tem síndrome de down.

   Outro destaque é o “Touro Ferdinando”. Grande e forte, mas de temperamento doce, Ferdinando é escolhido por engano para as touradas. Sua verdadeira luta é provar que não se deve julgar ninguém pela aparência. Direção do brasileiro Carlos Saldanha.

   Até o final de fevereiro do ano que vem, o projeto passará por Venturosa, Itaquitinga, Itambé, Macaparana, Escada, Pombos, Buenos Aires, Cumaru, Limoeiro, Cortês, Moreno, Tabira, Floresta, São Bento do Uma, São José da Coroa Grande, Rio Formoso, Lajedo, Sairé, Alagoinha, Brejo da Madre de Deus, Condado, Lagoa do Ouro, Maraial e Jaqueira. Dessas 12 vão receber o Cine Sesi pela primeira vez.

Foto: Fernando Vitral


Shopping Difusora funciona em horário especial no feriado de 15 de novembro

Robson Meriéverton – Assessoria de Imprensa do Shopping Difusora 


   Nesta quinta-feira, 15 novembro, feriado de Proclamação da República, o Shopping Difusora funcionará em horário especial. Para tanto, confira os horários! As lojas e quiosques abrirão das 11h às 20h. Já as Praças de Alimentação do primeiro, segundo e terceiro pisos funcionarão das 11h às 21h.
   Para quem quiser aproveitar o feriado para assistir a um dos filmes que estão em cartaz, o cinema seguirá os horários previstos para as sessões. Para conferir todos eles e não perder nenhum detalhe, basta entrar no site do Shopping Difusora (www.shoppingdifusora.com.br) e programar o melhor horário.

Escolas particulares terão que fazer coleta seletiva no Recife

Projeto de lei aprovado na Câmara Municipal busca reverter cultura de desperdício na capital pernambucana, que perde 98% de tudo que é descartado




Vereador Rodrigo Coutinho/ Foto: Anderson Barros
Instituições de ensino da rede particular de educação do Recife deverão fazer a separação dos resíduos sólidos em seis categorias: papel, plástico, vidro, metal, resíduo contaminado e resíduos orgânicos. O projeto de lei nº 20/2018, do vereador Rodrigo Coutinho (Solidariedade) foi aprovado na Câmara Municipal da cidade e segue para sanção do prefeito Geraldo Julio nos próximos dias. A proposta busca dar um passo na criação de uma cultura de reciclagem no município, que até então recicla apenas 2% de todos os seus resíduos sólidos, mas encaminha, mensalmente, nada menos que 43 mil toneladas a aterros da Região Metropolitana.

O projeto de lei altera a chamada "Política de Meio Ambiente do Recife". Em uma das mudanças, está a obrigatoriedade dos colégios privados da cidade em realizar a coleta seletiva. "A medida não requer grandes investimentos por parte das unidades de ensino e nos ajuda a educar pelo exemplo. Não há nada mais poderoso que um filho 'no pé' do pai para fazer o que é certo. É um importante indutor de mudança de cultura", resume Coutinho, autor da proposta.

Por ano, o Brasil deixa de arrecadar cerca de R$ 3 bilhões por conta do descarte incorreto de resíduos sólidos. Os cálculos são da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), cuja avaliação aponta mais de 45 milhões de toneladas de resíduos que poderiam ser reciclados, mas acabaram sem utilização, apenas nos últimos cinco anos. O cenário é ainda mais preocupante no recorte local. Aproximadamente 98% de tudo o que é descartado no município não é reaproveitado, segundo a Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb).

Atualmente, a separação de resíduos em sua origem é recomendada em apenas duas categorias - resíduos molhados e secos. Outra alteração da lei é ampliar esse leque, passando para as seis variações de materiais previstas pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama). Essa mudança tem como intuito evitar que os resíduos se contaminem uns com os outros e que haja perda de materiais, buscando assim garantir um maior percentual útil para reciclagem. Além de colaborar com essa frente, a ampliação a forma mais adequada de coleta seletiva de lixo, contribuindo para a preservação do meio ambiente.

Por ano, o lixo doméstico soma 516 mil toneladas de resíduos. Ainda que um morador faça a separação voluntária desse material seguindo o esquema de cores de lixeiros estabelecidos pelo Conama, tudo acaba colocados no mesmo espaço dentro do caminhão da coleta. Para evitar a contaminação entre os materiais, o projeto de lei sugere ainda que os resíduos secos sejam coletados e transportados de forma independente para a reciclagem e os rejeitos molhados serem coletados e encaminhados para a disposição final nos aterros sanitários da cidade, facilitando a ação de cooperativas e aumentando o índice de reciclagem de tudo que é recolhido.

“Acredito que os órgãos competentes pela limpeza urbana têm dado o melhor dentro das condições que o município dispõe para que esse serviço seja executado em sua máxima excelência, mas é necessário revisarmos as nossas leis, porque elas já não comporta a necessária realidade sustentável de descarte”, acrescenta Coutinho, alegando que, nos próximos dias, começará a trabalhar em projeto semelhante, visando instituir a obrigatoriedade da coleta seletiva também em condomínios residenciais e comerciais de médio e grande porte.

USP



Rayanne Albuquerque - Assessoria de imprensa de Rodrigo Coutinho - vereador do Recife

terça-feira, 13 de novembro de 2018

Governo cria Nota Fiscal Solidária para pagar o 13º do Bolsa Família

Blog do Adriano Roberto


   Antes de sair de férias na última sexta-feira (09/11), o governador Paulo Câmara (PSB) enviou à Assembleia Legislativa dois projetos de lei relacionados ao sistema tributário estadual. O primeiro visa à redução da alíquota do ICMS do diesel de 18% para 16%, o que contribui para evitar uma eventual greve de caminhoneiros, pelos menos em Pernambuco.

   Já o segundo cria a “Nota Fiscal Solidária”, um programa de restituição de impostos que atenderá mais de 1 milhão de beneficiários do Bolsa Família no Estado. A redução da carga tributária do diesel irá gerar um aumento significativo na circulação de caminhões e tornará o Estado mais competitivo, afirma o secretário executivo da Fazenda, Bernardo D’Almeida.

   Por sua vez, a “Nota Fiscal Solidária garantirá um pagamento anual de até R$ 150,00 às famílias que recebem o Bolsa Família.

   Ao realizar uma compra de itens da cesta básica, o beneficiário informará o CPF, que será incluído na Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e), gerando créditos para restituição em até um ano.

   Estão listados produtos como feijão, arroz, açúcar, carne, charque, tilápia, sardinha em lata, frango, ovos, sal, manteiga, leite em pó, café, farinha de mandioca, fubá, óleo de soja, papel higiênico e sabão em tablete.

   Além do auxílio financeiro para famílias carentes, a iniciativa tem por objetivo estimular a emissão voluntária da NFC-e por parte dos estabelecimentos comerciais e atuar no combate à sonegação fiscal.

   Entre as medidas trabalhadas neste final de ano está o ingresso de novos artigos no Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecep), com um recolhimento adicional de 2% de ICMS.

   Passam a fazer parte deste Fundo refrigerantes, água mineral em embalagem não retornável, isotônicos, produtos descartáveis (canudos, copos e plásticos), automóveis (exceto de 1.000 cilindradas até R$ 50 mil), motos acima de 250 cilindradas, etanol hidratado, joias, bijuterias e explosivos.

   A iniciativa servirá para financiar a Nota Fiscal Solidária. Atualmente, os recursos do Fecep são destinados a ações ligadas à assistência social, segurança alimentar e nutricional, aquisição de leite, segurança hídrica e alfabetização.

MP do Saneamento não é votada na Câmara dos Deputados e deve perder a validade

Estratégia do Governo de não negociar previamente inviabiliza aprovação da MP 844/2018 em tempo hábil


Imprensa Compesa


   A MP 844/2018, que trata da alteração do marco regulatório do setor de saneamento, não foi votada no dia de hoje (13/11, até às 20h) e deverá perder efeito no próximo dia 19. Com isso, o setor de saneamento vê afastada a ameaça de desestruturação do setor de saneamento que se baseia na economia de escala e no subsídio cruzado, mas as Associações não ficaram satisfeitas.

   O sepultamento da matéria foi provocada pela arrogância do Governo Federal que, desde a edição da MP, em 6 de julho deste ano, agiu unilateralmente sem consultar os atores interessados na questão.

   A empáfia do Governo pode ser assistida na sessão de ontem quando o mesmo pressionou a respectiva base para aprovar a MP 844/2018, na íntegra, conforme texto do relator da matéria, o senador Valdir Raupp (MDB/RO). Os parlamentares conseguiram, numa tumultuada sessão, construir um acordo com o Colégio de líderes, que previa retirada da matéria da pauta de votação e de uma possível leitura do texto na sessão seguinte, caso houvesse acordo entre os parlamentares e ministro das Cidades, Alexandre Baldy. A reunião foi realizada, na manhã de hoje, mas não se chegou a um consenso.

   Com isso, a apreciação da MP 844/2018 nos plenários das Casas se torna inviável e a matéria possivelmente perderá efeito no próximo dia 19. Para o presidente da Aesbe, Roberto Tavares, a mobilização feita pela entidade surtiu o efeito previsto e conseguiu afastar essa ameaça que pairava sobre o setor. “Não estamos felizes com a derrota do Governo. Conseguimos algo inédito, a assinatura de 24 governadores alertando pela necessidade de negociação, mas o Governo acordou muito tarde”, afirma Roberto. O titular da Aesbe avalia ainda como relevante para o desfecho da MP o papel desempenhado pelos integrantes da Frente Parlamentar em Defesa do Saneamento Público, liderada pelo deputado pernambucano  Danilo Cabral ( PSB), e pelo Líder do PSB na Câmara, deputado Tadeu Alencar (PSB), que se esforçou para convencer o Governo da necessidade de negociação. “A mobilização realizada por esses parlamentares pernambucanos foi essencial”, ressaltou.

O posicionamento dos Estados – A movimentação da Aesbe feita na manhã de hoje conseguiu engrossar o pleito da entidade que, desde a apresentação da proposta pelo então ministro das Cidades Bruno Araújo, se posicionou contrária a dispositivos do texto proposto. No dia de hoje, mais dois governadores, o atual governador de São Paulo, Márcio França, e o governador eleito do Espírito Santo, Renato Casagrande, também assinaram a carta conjunta, totalizando 24 governadores, ação nunca antes registrada em nenhuma MP.

   No texto da carta, os governadores ressaltam que a parceria com o Setor Privado é fundamental, mas deve considerar a prestação em municípios ricos e pobres, levando em consideração o subsídio cruzado e a economia de escala.

   Para Roberto Tavares, essa derrota do Governo não deve ser comemorada. Mas enxergada como um exemplo para o próximo Governo de como não deve ser feito. “O Governo Federal não pode fazer uma mudança dessa magnitude, num setor tão importante para o país, sem construir um acordo com todos os envolvidos: Estados, Municípios, Sociedade Civil e Setor Privado. A solução precisa ser construída em conjunto e não imposta como tentou fazer”, afirmou Tavares. 

   A AESBE acredita que, com o resultado de hoje, o novo governo faça diferente do atual e escute quem vive o dia a dia do Saneamento no Brasil.

MAMAM recebe Oficina de Técnica de Aquarela dentro do Festival Coquetel Molotov

Danilo Mendonça


   Nessa quarta-feira (14/10), o Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (MAMAM) receberá a oficina de Introdução a Técnica de Aquarela, que faz parte da programação da comemoração dos 15 anos do Coquetel Molotov. O museu fica na Rua da Aurora nº 265, bairro da Boa Vista, em Recife.

   A oficina ocorre das 14h às 18h, e será ministrada pelo ilustrador Nestor Jr. As aulas são destinadas à artistas, estudantes, designers, ilustradores e entusiastas sem conhecimento prévio. Para obter mais informações e se inscrever, os interessados devem enviar e-mail para o endereço nestordesenho@gmail.com.