Redes socias

Brasil Multi Vídeos

Brasil Multi Vídeos
O seu canal de entretenimento

RDS

sábado, 29 de novembro de 2014

Câmara crê em bom entendimento com Armando



   Mesmo depois da disputa acirrada com o senador Armando Monteiro Neto (PTB), o governador eleito Paulo Câmara não acredita em dificuldades com o petebista, que será anunciado como futuro ministro do Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio Exterior. Em entrevista ao portal Uol, o socialista disse que a indicação de Armando é boa para Pernambuco. “É sempre bom ter um ministro pernambucano porque ele conhece nossos desafios. Ainda não tive oportunidade de conversar com ele, mas ele está aberto ao diálogo, assim como eu. Será bom para que ele possa contribuir para o desenvolvimento de Pernambuco e me ajudar”, disse Paulo.

   O governador eleito disse que não quer antecipar disputas eleitorais e disse que seu foco é cumprir o que prometeu no programa de governo nos próximos quatro anos.

   Paulo ainda disse que não pretende assumir o papel de liderança política do ex-governador Eduardo Campos, que morreu em agosto. “Eduardo era uma pessoa que estava acima do partido. Já tinha tomado uma dimensão nacional. Eduardo estava num patamar acima. O desafio do partido é construir, dentro de um colegiado, pessoas que possam, juntas, chegar ao mesmo tamanho que Eduardo chegou”, afirmou.





Fonte: Blog do Magno Martins

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Dilma Rousseff anuncia nomes dos comandantes da economia



Do G1.


    A presidente Dilma Rousseff anunciou oficialmente, nesta quinta-feira (27), os nomes dos comandantes da economia durante o segundo mandato dela.

   O anúncio foi feito pelo ministro da secretaria de Comunicação Social, Thomas Traumann, Joaquim Levy foi confirmado como o novo ministro da Fazenda. Nelson Barbosa vai assumir o Ministério do Planejamento. E Alexandre Tombini permanece na presidência do Banco Central.

   Em nota, a presidente Dilma Rousseff agradeceu ao ministro Guido Mantega, o que mais tempo ficou no Ministério da Fazenda no período democrático. Segundo ela, Mantega teve papel fundamental no enfrentamento da crise econômica internacional, priorizando a geração de empregos e a melhoria da renda da população. Sobre a ministra do planejamento, Miriam Belchior, Dilma disse que ela conduziu com competência as obras do PAC e o orçamento federal.

   O anúncio traz um fato inédito: pela primeira vez desde a redemocratização do país, duas equipes econômicas de um mesmo governo vão trabalhar juntas. Guido Mantega vai continuar no comando do Ministério da Fazenda e Miriam Belchior no do Ministério do Planejamento, enquanto Joaquim Levy e Nelson Barbosa preparam as novas medidas econômicas. O principal desafio dos novos ministros será ajustar as contas do governo.

   Enquanto trabalha, a nova equipe estará de olho no Congresso, que ainda não aprovou o projeto que na prática vai permitir que o governo reduza ou até não faça superávit primário, a economia para pagar a dívida pública. O projeto enfrenta resistências.


Alexandre Tombini já ocupou três diretorias



   O presidente do Banco Central Alexandre Tombini é funcionário de carreira do banco.

   Ele já ocupou três diretorias: de Normas e Organização do Sistema Financeiro, de Assuntos Internacionais e de Estudos Especiais. Tombini se formou em economia pela Universidade de Brasília e fez doutorado na Universidade de Illinois, nos Estados Unidos. De 2001 a 2005 trabalhou na representação brasileira no Fundo Monetário Internacional, em Washington. E ocupa a presidência do Banco Central desde o início do governo Dilma, em 2011.


Nelson Barbosa foi secretário executivo do Ministério da Fazenda



   Nelson Barbosa já teve passagens pelo governo, antes dessa nomeação para o Ministério do Planejamento. 

   Barbosa é doutor em economia pela New School For Social Research de Nova York. E já trabalhou no próprio planejamento, no Banco Central e no BNDES. De 2011 a 2013 foi secretário executivo do Ministério da Fazenda, o segundo posto mais importante da pasta. Mas saiu sob rumores de atritos com o ministro Guido Mantega.

   Atualmente, é professor e pesquisador da Fundação Getúlio Vargas e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro.


Joaquim Levy é conhecido pelo rigor no controle das contas



    O ministro indicado para a fazenda, Joaquim Levy, é conhecido pelo rigor que costuma aplicar no controle das contas públicas.

   Atualmente, Levy chefia a área de investimentos do Bradesco. Ele fez doutorado na Universidade de Chicago, nos Estados Unidos e já ocupou vários cargos públicos.
 
   No governo de Sérgio Cabral, no Rio de Janeiro, foi secretário da Fazenda. Em Brasília, foi economista-chefe do Ministério do Planejamento no governo Fernando Henrique Cardoso. E entre 2003 e 2006, já no governo Lula, foi secretário do Tesouro Nacional.




quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Paulo busca novas parcerias com o Banco Mundial



BRASÍLIA – Depois de manter conversações com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para conseguir novas parcerias de financiamento nas áreas de Saúde e Educação, o governador eleito de Pernambuco, Paulo Câmara, esteve ontem (26/11) à tarde na sede do Banco Mundial (Bird), na capital federal. Câmara conversou com a representante do Bird no Brasil, Deborah Wetzel.

   “O Banco Mundial sempre foi muito receptivo para com Pernambuco. Principalmente porque o Estado apresenta bons projetos, bem avaliados pela própria instituição”, disse Câmara, ao deixar a sede do Bird no Brasil.

   O governador eleito lembrou que muitos dos projetos de Pernambuco, inclusive, estão sendo apresentados pelo Bird como modelos de boa gestão para outros Estados. “Pernambuco tem se diferenciado. O Estado tem crescido mesmo quando o País não cresce. Não vão faltar projetos e ideias nos próximos quatro anos”, prometeu Paulo.

   Durante a conversa com Deborah Wetzel e técnicos do Banco Mundial, Paulo Câmara lembrou que a sua gestão será de continuidade do trabalho iniciado pelo ex-governador Eduardo Campos, de ampliar os avanços.

   Entre os pontos do seu programa de Governo, o governador eleito destacou: a universalização do acesso ao ensino em tempo integral e a meta de levar a iniciativa também à rede municipal, em parceria com os municípios; a ampliação da rede de hospitais de referência, a manutenção e aprofundamento do Pacto pela Vida e a melhoria da infraestrutura de Pernambuco nas áreas de abastecimento d`água, saneamento e rodovias.

   Deborah Wetzel disse que Pernambuco integra a estratégia do Banco Mundial para o Brasil e que espera fechar novas parcerias com o Estado na gestão de Paulo Câmara. A dirigente do Bird destacou como uma área importante para novas parcerias com o Estado o trabalho na formação de crianças na primeira infância, questão que também integra o programa de Governo de Paulo. Deborah destacou, ainda, o apoio da instituição a projetos de parcerias público-privadas.

   Pernambuco tem três projetos em andamento com o Banco Mundial: o Educar, para desenvolvimento da Educação e gestão pública no Estado, no valor de US$ 154 milhões; o Projeto Pernambuco Rural Sustentável (Prorural), no valor de US$ 100 milhões, e o Projeto de Sustentabilidade Hídrica do Estado de Pernambuco (PSH-PE), no valor de US$ 190 milhões.







MÉRITO LEGISLATIVO



   Pela manhã, Paulo Câmara participou, no Salão Negro da Câmara dos Deputados, da cerimônia de entrega da Medalha do Mérito Legislativo. O governador eleito de Pernambuco foi uma das 49 entidades e personalidades que receberam a comenda – numa iniciativa do deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE).

   A medalha de Paulo foi entregue pelo presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e pelo senador Pedro Simon (PMDB-RS), que também foi agraciado com a comenda e está deixando a vida pública. O governador eleito representou a viúva do ex-governador Eduardo Campos, Renata Campos, homenageada também pela Câmara dos Deputados.




segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Papa declara santidade de dois indianos e quatro italianos



Do G1.


    O Papa Francisco declarou santos dois indianos e quatro italianos neste domingo, elogiando o seu compromisso "criativo" deles para ajudar os pobres.

   Francisco adicionou à lista de santos católicos uma freira mística de Kerala, um padre e reformista social indiano, o antigo Bispo de Vicenza, e três membros da Ordem Franciscana. 

   "Eles responderam com extraordinária criatividade ao mandamento de amar a Deus e ao próximo", disse o papa Francisco à multidão na Praça de São Pedro, no Vaticano.

   "Sua preferência pelos menores e mais pobres foi o reflexo e medida do seu amor incondicional a Deus", disse Francisco, que escolheu seu próprio nome papal em homenagem ao santo de Assis, que simboliza a austeridade e amor aos pobres.

   Retratos dos recém-santificados foram pendurados na Basílica de São Pedro, diante da qual cinco mil católicos de Karala e dois ministros locais do governo se juntaram à multidão, de acordo com a União Asiática de Notícias Católicas.

   A freira carmelita Irmã Eufrásia foi santificada junto com Kuriakose Elias Chavara, que fundou a irmandade à qual ela pertencia. Eufrásia, canonizada seis anos depois da primeira santa da Índia, nasceu em uma família aristocrática em 1887 e fez seu voto de castidade aos nove anos de idade.

   Chavara fundou duas congregações Carmelitas na Índia no século 19, e decretou que cada igreja devia ter a sua própria escola.

   Aplausos foram ouvidos no domingo quando Francisco disse que os santos italianos --que fundaram refúgios para peregrinos, meninos de rua e doentes-- poderiam inspirar os cidadãos de hoje.

   "Que o exemplo dos quatro santos italianos ajude o querido povo italiano a reacender o espírito de colaboração e harmonia, em benefício do povo, e a olhar para o futuro com esperança", disse Francisco, depois de um mês marcado por protestos e greves em todo o país.



domingo, 23 de novembro de 2014

Morre Seu Lunga, o Rei do Mau Humor



   O humorista, poeta, vendedor de sucata e repentista da cidade de Juazeiro do Norte, Joaquim dos Santos Rodrigues, de 87 anos, mais conhecido como “Seu Lunga”, morreu por volta das 9h da manhã deste sábado (22/11), na cidade de Barbalha, no interior do Ceará.

   “Seu Lunga”, que entrou na história do humor brasileiro por ser uma espécie de “antítese” da risada, até porque eram as respostas mais ásperas em diálogos que faziam sucesso entre o público, estava internado no internado no Hospital São Vicente de Paulo, em Barbalha, onde tratava de um câncer de esôfago.

   O artista ganhou notoriedade pelo temperamento forte, tornando-se um personagem do folclore nordestino. Várias páginas em redes sociais, como o Facebook, dedicam perfis ao cearense. Seu apelido veio de uma vizinha que lhe chamava de Calunda, devido a sua loja. Com o passar dos anos, ficou apenas Lunga.

   Joaquim dos Santos Rodrigues nasceu em 18 de agosto de 1927 no município de Caririaçu, passando a infância com os pais e sete irmãos no município de Assaré. Aos 16 anos de idade, foi morar no município de Juazeiro do Norte. Casou-se em 1951, tornando-se pai de 13 filhos.





Fonte: ONordeste Portal (Facebook)