Redes socias

Brasil Multi Vídeos

Brasil Multi Vídeos
O seu canal de entretenimento

RDS

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Projeto arquitetônico da nova Feira da Sulanca é apresentado em Caruaru



Do G1 Caruaru.





   O projeto da nova Feira da Sulanca de Caruaru, no Agreste pernambucano, foi lançado em um evento restrito para convidados, na terça-feira (13/1). A ocasião mostrou como se pretende construir a feira, além de como o espaço será distribuído entre boxes e áreas para estacionamento e serviços. Foram apresentadas ilustrações gráficas, detalhes técnicos e plantas. A área total do terreno da nova Feira da Sulanca é de 60 hectares e a construída será de aproximadamente 224 mil metros quadrados. Duas empresas elaboraram o projeto.

   O novo local fica às margens da BR-104, próximo ao Polo Comercial e ao Hospital Mestre Vitalino, no sentido a Toritama. O empreendimento abrirá espaço para 10.776 boxes de alvenaria, cada um com 4,20 metros quadrados. "O que tá projetado aí certamente vai atender a todos os feirantes que estão comercializando hoje no Parque Dezoito de Maio. E ainda tem uma folga. Não só aos feirantes, ele atende aos feirantes da sulanca, atende aos lojistas do entorno e também aos atacadistas", explica o arquiteto Marcelo Queiroz, responsável pelo projeto.

   Haverá 4.532 vagas para carros de passeio e vans. Para ônibus, serão destinadas 500. A nova configuração da Feira da Sulanca também oferecerá diversos serviços como lotéricas e caixas eletrônicos. Estão previstas ainda 144 lanchonetes, 144 quiosques de lanches e 22 restaurantes. Os feirantes ainda serão informados sobre planos de pagamento de cada boxe, que serão programados pela construtora.

   Inicialmente, a preferência na oferta dos boxes será para os cerca de 9 mil feirantes já cadastrados na prefeitura. O valor de compra ainda não foi definido, mas há promessa de facilidades no crédito. "Vai ter várias linhas de créditos, nós estamos estudando. Nós não queremos que fique [de fora] nenhum sulanqueiro. Só aquele que não quiser ir. Aí, a gente não pode levar", diz a presidente do Conselho da Nova Feira, Fátima Amaral.




Nenhum comentário:

Postar um comentário