Mangueira é campeã do carnaval 2016 com homenagem a Bethânia




Do G1






   A Mangueira venceu o carnaval carioca pela 18ª vez, dessa foi com 269,8 pontos. A verde-e-rosa homenageou a cantora Maria Bethânia, que já passou pelo sambódromo uma vez, quando a escola fez desfile sobre os Doces Bárbaros em 1994. Em segundo lugar ficou a Unidos da Tijuca, com 269,7 pontos.

Na busca pelo título do Grupo Especial, que havia sido conquistado pela última vez em 2002, a Mangueira celebrou os 50 anos de carreira da cantora baiana, fechando a noite com um desfile de luxo e sofisticação, além da presença de muitos artistas.

Bethânia e religião


Maria Bethânia é a grande homenageada pela escola de samba  (Foto: Alexandre Durão/G1)
(Foto: Alexandre Durão/G1)
   O lado religioso da cantora foi uma inspiração forte para o carnavalesco Leandro Vieira. Nascida em Santo Amaro da Purificação, na mesorregião Metropolitana de Salvador, no estado da Bahia, Bethânia é de família católica e iniciada no candomblé.

   A comissão de frente era formada por 15 bailarinas negras com um figurino ousado, que fazia parte da coreografia e deixava os seios à mostra, como guerreiras Oyá – orixá relacionada à valentia.

A Mangueira desfilou com 4.300 componentes (Foto: Alexandre Durão/G1)
(Foto: Alexandre Durão/G1)



Tecnologia do Blogger.