Compesa descobre ligação clandestina na zona rural de Caruaru e dono de sítio é detido


Enviado por: Jornalismo Oficina Comunicação






   Numa ação conjunta com a Polícia Militar, a Compesa encontrou uma ligação clandestina na comunidade rual de Carapotós, em Caruaru. De acordo com os técnicos da Companhia, o dono do sítio havia feito um desvio da Adutora de Tabocas, que fornece água da Barragem de Jucazinho para Santa Cruz do Capibaribe, para um barreiro em sua propriedade. De lá, a água era bombeada por meio de um motor-bomba para uma granja.

   Ao ser abordado pelos PMs, o suspeito apontou o local exato da ligação. Uma retroescavadeira foi utilizada para que os técnicos da Compesa pudessem acabar com o desvio. Segundo informações do dono do sítio, a ligação já existia há, pelo menos, oito anos. Ele foi levado para a 1ª Delegacia de Caruaru.

   O delegado Renato Gaião fez os primeiros procedimentos e vai abrir inquérito para investigar o caso. O suspeito vai aguardar em liberdade a decisão da justiça. Casos como este podem ser informados por meio do Disque-Denúncia Agreste. O telefone é o (81) 3719.4545.

 Situação de Santa Cruz do Capibaribe


   A água desviada no sítio em Carapotós deveria estar chegando às casas de Santa Cruz do Capibaribe. A Compesa realizou uma inversão do sistema e passou a mandar água da Barragem de Jucazinho para a Adutora de Tabocas. De lá, a água segue para a Estação Elevatória de Santa Cruz para ser distribuídas para as residências. Hoje, o rodízio de abastecimento da cidade é de dois dias com água e vinte e oito sem.


Tecnologia do Blogger.