Redes socias

AgresTv

AgresTv
assista ao vivo: http://www.facebook.com/agrestv

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

O POVO QUIS O LISO!



Texto de Ivanar Nunes


Do Facebook



   Sabe aquela sensação e aquela certeza? “Tacaimbó tem jeito com Álvaro prefeito”. Ela mais do que nunca paira sobre o município e como diria Chico Buarque de Holanda “Um marinheiro me contou que a boa brisa lhe soprou e vem aí bom tempo”. E mais do que nunca as esperanças se renovam e a dúvida vira certeza como se naquele estado anterior o presente viesse e se fizesse em forma de oração, quando a população gritava aos quatro cantos “O povo quer o liso!” E realmente quis! Porque de nada adiantaram as mentiras de extremo mal gosto e com uma cavalar dose de falta de ética que foram criadas pela oposição derrotada que nada tinha a oferecer ao povo tacaimboense, a não ser, mais mentiras e demagogias que doíam aos ouvidos, pois o despreparo para conduzir as políticas públicas do município era latente em seus discursos vazios e em suas atitudes, que beiravam o ridículo da incompetência posta em um palanque, ou nas várias gravações que as ruas e aos nossos ouvidos ecoaram.

   Esta vitória no pleito eleitoral da coligação Frente Popular de Tacaimbó, encabeçada por Álvaro e Duia e seus candidatos a vereadores é um marco político na história do nosso município, porque tem como principais protagonistas; o povo e a ideia de que podemos acreditar que a pseudoelite da nossa cidade, juntamente a uma maneira arcaica de se fazer política, têm que refletir um pouco mais e aceitar que para exercer um cargo público como o de Prefeito, por exemplo, não precisa só ter um capital financeiro, precisa acima de tudo ter humildade, gostar de gente de verdade, ter propostas políticas concretas e nunca subestimar à vontade popular que prevalece doa a quem doer. Mas voltemos ao início e pensemos: com uma espontaneidade incrível o povo quis o liso, mas o que levou o povo a querer o liso? Quais fatos, fatores e viés levaram um jovem trabalhador de origem humilde e rural a hoje ser o Prefeito de Tacaimbó? Bem, por todas as expressões vistas nas ruas e em todo o município após o resultado final das eleições municipais e pelo dia-dia das campanhas, o povo quis o liso, porque Álvaro tem o que os seus adversários nunca tiveram e nunca terão; que é a capacidade de nunca subestimar a vontade popular e acima de tudo respeitá-la, pois dela emana a decisão final, onde você será o vencedor, ou o vencido. E aos vencidos ele deixa uma lição, juntamente com a população tacaimboense, que faz-se necessário mudar a maneira de se fazer campanha política em Tacaimbó, porque a arrogância e a prepotência punem! Não pelo punhal, mas pelo dedo indicador que aperta verde, confirma e deixa pasmos aqueles que por dias, meses e anos não entenderão por que perderam as eleições para um bando de crianças e um liso.

   Mas uma vez recorro a Chico Buarque de Holanda quando na sua canção Rosa dos ventos ele disse: “Numa enchente amazônica, numa explosão atlântica! E a multidão vendo em pânico e a multidão vendo atônita ainda que tarde o seu despertar”. Este despertar da população tacaimboense, direcionando de maneira total o município para outro patamar de gestão e aplicação dos recursos públicos, tem um significado tão amplo, mais tão amplo, que vai demorar ainda um pouco mais para acreditar como a história foi tão justa com aqueles que sonharam e estão podendo ver e vivenciar um momento tão significativo e ímpar pelo qual o nosso município está passando. Mais uma vez recorro a santa MPB (Música Popular Brasileira), onde na canção Num Novo Tempo do Grande Ivan Lins ele disse: “E que a nossa esperança, seja mais que vingança, seja sempre o caminho que se deixa de herança”.  E neste momento é importante lembrar que Tacaimbó tem no seio da sua história momentos ímpares de lutas populares, frente as injustiças sociais que sempre existiram em nosso município. E esta vitória de Álvaro reverbera essas tantas lutas que foram travadas para que hoje a minha geração pudesse dizer: “O POVO QUER O LISO” e quisemos.         

Ivanar Nunes

Um comentário:

  1. Vixe!!!! AHazou!!! Lindo texto!!! Que todo Tacaimboense possa investir cinco minutos nesta leitura. Vale a pena!

    ResponderExcluir