Redes socias

Brasil Multi Vídeos

Brasil Multi Vídeos
O seu canal de entretenimento

RDS

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Gastroplastia com acompanhamento interdisciplinar chegam em novembro a Caruaru

Maria Eduarda Cabral (Oficina Comunicação)


   A partir do mês de novembro, o Hospital Santa Efigênia irá contar com os serviços de gastroplastia, em parceria com o Centro Nacional de Obesidade e Sobrepeso (Cenos), de Recife. O intuito é oferecer para Caruaru e região procedimentos de redução de estômago com tecnologia e infraestrutura modernas, tendo como diferencial o acompanhamento interdisciplinar.

   De acordo com a necessidade apresentada pelo paciente, o médico responsável pelo procedimento irá recomendar um dos três tipos de cirurgia oferecidos pelo Centro: bypass gástrico, gastrectomia vertical ou balão intragástrico. Além disso, o paciente poderá contar com uma equipe de acompanhamento pré e pós-cirúrgico formada por nutricionista, psicólogo, fisioterapeuta, anestesista e cirurgião.

   Segundo o cirurgião bariátrico, Guilherme Da Conti, grande parte das pessoas que realiza o procedimento tende a engordar novamente após o período de aproximadamente dois anos. Por isso, o serviço do Cenos, em parceria com o Santa Efigênia, irá trazer a proposta do acompanhamento profissional qualificado para garantir resultados seguros e duradouros.

   “A cirurgia não tem o poder de manter uma pessoa magra para o resto da vida. O paciente não vai manter o peso durante muito tempo se, após a cirurgia, não seguir uma correta mudança de hábito. Isso inclui a educação física, uma nutrição adequada no dia-a-dia, acompanhamento fisioterápico, realização de exercício físico e acompanhamento psicológico. A cirurgia tem um prazo de validade nesses casos e quando ele acaba o paciente pode voltar engordar”, alerta o especialista.

   O médico ressaltou ainda que o método interdisciplinar pode identificar outros problemas de saúde do paciente com obesidade. “O acompanhamento a longo prazo é garantia de que o paciente terá motivação para continuar com um estilo de vida saudável. Por isso, contamos com profissionais especializados em cada uma dessas áreas, que podem diagnosticar e ajudar no tratamento de problemas associados à obesidade”, afirma o cirurgião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário