Redes socias

Brasil Multi Vídeos

Brasil Multi Vídeos
O seu canal de entretenimento

RDS

segunda-feira, 2 de setembro de 2019

Secretaria de Saúde de PE confirma morte por sarampo de bebê em Taquaritinga do Norte; é a primeira morte no estado

G1 Caruaru e Região 


   A Secretaria de Saúde de Pernambuco confirmou a morte por sarampo de um bebê de sete meses em Taquaritinga do Norte, no Agreste de Pernambuco, nesta segunda-feira (02/09). Essa é a primeira morte causada pela doença registrada no Estado. No total, foram notificados 395 casos suspeitos de sarampo em Pernambuco. Desses, 86 já foram descartados, 296 estão em investigação e 13 foram confirmados após análise laboratorial realizada pela Fiocruz RJ. Dos casos confirmados, três são moradores do Recife, três de Caruaru, um de Frei Miguelinho, um de Santa Cruz do Capibaribe e cinco de Taquaritinga do Norte.

   Através de nota, a Secretaria de Saúde de Taquaritinga do Norte informou que, no município tem apenas um caso confirmado de sarampo este ano, um adolescente de 18 anos, no mês julho. Em agosto, teve a morte de um bebê com sete meses de vida, o qual teve a morte suspeita de sarampo. A família recebeu assistência e a Secretaria Estadual tomou a frente da investigação. Até a data desta segunda, não foi passada nenhuma informação sobre o laudo da morte. A nota diz ainda que, por este motivo, foi marcada uma reunião emergência com a Secretaria Estadual de Saúde para esclarecer os fatos e tomar as medidas necessárias.

   O Programa Estadual de Imunização reforça que o Estado está abastecido da vacina tríplice viral, que, além do sarampo, protege contra rubéola e caxumba e é uma das maneiras mais eficazes de evitar o adoecimento.

   “Os municípios têm relatado aumento na procura da vacina tríplice viral, principalmente pelo público adulto. Contudo, não podemos esquecer a importância de vacinar crianças, população com mais risco de agravamento do quadro. Elas precisam ter duas doses da vacina para estar devidamente protegidas. Além disso, os meninos e meninas entre 6 meses e 11 meses também devem tomar a dose zero, que foi instituída no Brasil desde o mês de agosto”, reforça o secretário estadual de Saúde, André Longo.

   Entre os perfis dos casos confirmados estão dois adolescentes, de 17 anos, que estavam em excursão em Porto Seguro; e sete pessoas que estavam em um evento no município de Taquaritinga do Norte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário