Redes socias

Brasil Multi Vídeos

Brasil Multi Vídeos
O seu canal de entretenimento

RDS

terça-feira, 8 de outubro de 2019

Riacho das Almas deve voltar a ter clássico em 2020

   Uma eleição municipal decidida por cinco votos. Esse foi quadro em Riacho das Almas, no Agreste, em 2016, quando o atual prefeito, Mota (PSB), venceu com 7.732 votos a Dió Filho (PSDB) com 7.727.

   Ano que vem o cenário ainda é de indefinição, pelo menos na base do governo. Mota não pode disputar a reeleição e vai indicar o sucessor. O mais provável é o vice, Sérgio Mendes, médico que atua na área de saúde e pode ser o ungido pelo socialista.

   Já em relação a oposição o quadro está praticamente definido. Dió Filho deve encabeçar a chapa e ter na vice o atual presidente da Câmara, Getúlio Cardoso (Rede). Cardoso foi o vereador mais votado na eleição passada com 1.439 votos. Ele não apenas foi eleito, como sacramentou uma derrota a Mota na Câmara, quando rompe com ele e divide a Casa.

   Na eleição de 2016 ainda disputou a eleição Alberes (SD), que obteve 353 votos. No entanto, ele não deve voltar a entrar na disputa e o pleito deve ter dois lados novamente ano que vem.


Por Mário Flávio em seu blog 

Nenhum comentário:

Postar um comentário