Redes socias

Brasil Multi Vídeos

Brasil Multi Vídeos
O seu canal de entretenimento

RDS

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Clientes do Agreste são os principais compradores da confecção produzida em Toritama

   Mais de 90% do que é produzido de confecção em Toritama é consumido pelo mercado local. O produto que é mais fabricado no município é o jeans feminino e as peças mais procuradas são calças e shorts. São quase dois milhões de calças vendidas por mês. Os dados são do Estudo Econômico das Indústrias de Confecções de Toritama realizado no início de 2019. A ideia era mapear a origem da matéria-prima, dos insumos e acessórios usados na confecção fabricada no município, mas tem muito mais: “temos um mapeamento, um perfil do setor de confecções de Toritama. Nosso próximo passo é a aproximação”, explicou o analista do Sebrae Gilson Gonçalves.

   A pesquisa foi contratada pelo Sebrae, atendendo a uma demanda de Toritama. Com as informações, “será possível planejar ações, treinamentos para o setor”, disse Gilson Gonçalves ao explicar que há propostas de projetos a serem desenvolvidos juntamente com a prefeitura, a exemplo do que já acontece em Caruaru. Para a realização do estudo foram entrevistados 3.053 empreendedores formais e informais.

   A maioria dos que responderam à pesquisa forma o seguinte perfil de empreendedor em Toritama: sexo feminino, tem entre 36 e 45 anos e com formação no ensino médio. Além do perfil dos empreendedores, o estudo traz informações sobre a produção e comercialização. São os lojistas os principais canais de vendas com 84,6%, enquanto a internet ocupa o último lugar com 0,22% das vendas. Izaías Amaro Ferreira há 12 anos deixou o emprego no setor administrativo de uma empresa para ter o próprio negócio. Produz shorts femininos com irmãos e vende na feira. Ele terceiriza parte da produção e da venda também, passando produtos para revendedores. Esse ano ele começou a vender por whatsapp e instagram e decidiu usar máquina de cartão. Os resultados estão surpreendendo e “as vendas melhoraram bastante”, comemora o empreendedor.

   Os compradores da região são maioria, com destaque para os municípios de Toritama, Santa Cruz do Capibaribe e Caruaru que ocupam, respectivamente, as primeiras colocações de mercado consumidor local. Dos outros municípios pernambucanos, Recife é que tem mais pessoas que fazem compras em Toritama. Dos compradores que vêm de outros estados, a Bahia é o principal destino dos produtos.

   Viés, tecido e linhas são os insumos mais usados na confecção produzida em Toritama e são adquiridos no município mesmo. Quase 60% têm o processo de fabricação parcialmente automatizado e quase a totalidade disse não participar de qualquer estratégia de associativismo, seja ela associação ou sindicato.

   O município produz mais de cinco milhões de peças por mês, impulsionando outros negócios, a exemplo do comércio e prestação de serviços. Por isto, não possui desemprego e está com uma renda per capta entre as mais altas do estado. “Mas ainda há o que melhorar e estamos prontos para atuar”, anunciou o analista do Sebrae Gilson Gonçalves.


Rosangela Araújo (Dupla Comunicação)

Nenhum comentário:

Postar um comentário