Marília sobre Lei Aldir Blanc: "Foi uma vitória para o setor cultural"

Assessoria de Comunicação de Marília Arraes


A deputada federal Marília Arraes comemorou a sanção presidencial da Lei Aldir Blanc, que prevê o repasse de R$ 3 bilhões para o setor cultural durante a pandemia. A parlamentar foi co-autora desse Projeto de Lei, apresentado na Câmara dos Deputados por Benedita da Silva. "Foi uma vitória para o setor cultural."

São mais de 5 milhões de brasileiros e brasileiras trabalhando com cultura no Brasil. A maioria sem carteira assinada ou salário fixo, por isso a aprovação sanção da Lei foi importante. "Os artistas brasileiros e todos que trabalham com a arte precisavam dessa proteção financeira."

"A cultura também é uma atividade econômica e que emprega muita gente. Fiquei muito feliz com essa conquista. Foi um trabalho em conjunto da Câmara com o Senado", ressalta Marília.


PROJETO ENQUANTO VEREADORA

A relação de Marília com a classe artística não é de hoje. Desde os seus mandatos como vereadora do Recife, a deputada sempre propôs ideias para ajudar os artistas da cidade, principalmente por conta dos atrasos nos pagamentos dos cachês referentes às apresentações do Carnaval e São João. "O projeto previa que metade do pagamento fosse feita antes da apresentação, para evitar o que acontece: o artista trabalhar e só receber um ano depois."

"É importante valorizar e priorizar a cultura do Recife. Quando fui vereadora, fizemos um trabalho grande em relação a questão da cobrança dos cachês. Realizamos audiência pública e elaboramos, por exemplo, uma cartilha para que esses artistas soubessem quais são as documentações que precisam para lidar com a Prefeitura e também para conscientizá-los da necessidade da cobrança do cachê,", finaliza Marília.
Tecnologia do Blogger.