WhatsApp testa mensagens autodestrutivas

Nova versão beta do aplicativo traz registros referentes ao recurso; mudança nas políticas de uso para o Brasil também estão a caminho.

Já faz algum tempo que o WhatsApp vem trabalhando em um recurso de mensagens que desaparecem depois de um tempo. E agora mais registros da funcionalidade surgiram nos códigos da versão beta do aplicativo, com pistas de como ele vai funcionar.

Os primeiros indícios das mensagens autodestrutivas do WhatsApp surgiram no ano passado. Na época, capturas de tela mostraram a opção de definir um tempo para uma mensagem expirar: poderia ser 5 segundos, ou uma hora.

Os novos registros, porém, contam com algumas diferenças. Em vez de selecionar o tempo que levará até a mensagem ser apagada, o WhatsApp pede para o usuário ativar ou não a opção da mensagem desaparecer após 7 dias. Não está claro ainda se será possível definir outro período de tempo, como sugeriam os registros do ano passado, ou se o recurso só apagará mensagens após uma semana.

A novidade foi incluída na versão 2.20.197.4 do WhatsApp beta para Android, mas ainda não está ativada mesmo para quem faz parte do programa de testes. Não está claro ainda quando – e nem se – o WhatsApp vai liberar o recurso para todos.

Mudanças na política de uso
O WhatsApp também prepara alterações nos termos de serviço, indica o novo beta do aplicativo. O WABetaInfo também encontrou um pequeno banner voltado para o público brasileiro que solicita aos usuários revisar a política de privacidade.

O banner deve aparecer no topo da lista de conversas do aplicativo, tanto no Android quanto no iPhone. Ainda não está claro, no entanto, quais seriam essas alterações, muito menos quando elas vão começar a valer.

Por: Olhar Digital
Tecnologia do Blogger.