MPGO pede a reabertura das investigações contra o padre Robson de Oliveira

Blog do Silva Lima 


Foto: reprodução
Foto: reprodução
O Ministério Público de Goiás (MPGO) entrou com um recurso na quarta-feira (14/10) pedindo a nulidade da decisão que trancou a investigação contra o padre Robson de Oliveira, suspeito de condutas criminosas relacionadas a irregularidades nas Associações Filhos do Pai Eterno (Afipes). Segundo o MP, parte das doações de fiéis teria sido usada para compra de fazendas, carros, gado e até casa na praia. O religioso nega irregularidades na administração.

A investigação da Operação Vendilhões foi trancada em 6 de outubro. O desembargador Nicomedes Borges, do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), entendeu que a Afipe é uma entidade privada e que não há provas suficientes de que o dinheiro doado pelos fiéis tinha desvio de finalidade.

Tecnologia do Blogger.