HCP completa 75 anos de assistência aos pacientes com câncer em Pernambuco

Hospital filantrópico precisa continuar contando com as doações das empresas e dos cidadãos


 
Há 75 anos começava a história da maior referência em tratamento de câncer do estado, o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). Uma instituição privada, sem fins lucrativos, que nasceu com a missão de senhoras da sociedade de acolher e prestar assistência aos pacientes em tratamento, hoje a Sociedade Pernambucana de Combate ao Câncer (SCPCC), entidade administradora do HCP. Embora o atendimento seja gratuito, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), o hospital é filantrópico e depende de doações para complementar o tratamento oncológico integral e humanizado. 
 
Em comemoração ao aniversário de 75 anos, durante todo o mês de novembro, o HCP lançará uma série de materiais, que poderão ser conferidos no site hcp.org.br ou nas redes sociais (instagram e facebook) @sigahcp, que destacam os seus principais pilares de atuação: assistência, ensino e pesquisa, voluntariado e filantropia. 

“A história do Hospital de Câncer de Pernambuco é repleta de muitos desafios, mas sobretudo, da certeza de que, mesmo nas dificuldades, podemos transformar a vida de muitas pessoas, trazendo acolhimento e, sobretudo, a esperança de dias melhores. Isso, com o apoio da sociedade e o empenho de nossos mais de 1.800 colaboradores, entre médicos e demais profissionais de variadas áreas de atuação”, destaca o superintendente geral do HCP, Hélio Fonsêca. 
 
Referência em tratamento de câncer, o HCP é habilitado pelo Ministério da Saúde como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON), porém destaca-se, em Pernambuco, por ser a única instituição exclusivamente oncológica, oferecendo assistência completa, desde os exames de rastreio a cirurgias e procedimentos de alta complexidade, como quimioterapias e radioterapias. O HCP tem quinze clínicas médicas, como cabeça e pescoço, mastologia e urologia e, ainda, outros onze serviços, com atendimento multidisciplinar e a única emergência exclusivamente oncológica de Pernambuco. Atualmente, o Hospital de Câncer de Pernambuco é responsável pelo tratamento de cerca de 50% dos pacientes com câncer do estado. Somente nos últimos 10 anos o HCP realizou cerca de 3 milhões de atendimentos.
 
Segundo dados do DATASUS (2019), levando em consideração as Unidades de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia de Pernambuco, o HCP também se destaca em números. No ano passado, 40% de todas as cirurgias oncológicas realizadas em Pernambuco foram feitas no HCP,  sendo 72% das cirurgias de cabeça e pescoço, 61% das cirurgias de pele e 50% das cirurgias de ossos e partes moles realizadas no estado, num total de 25.260, o equivalente ao volume de produção cirurgia de  sete hospitais UNACONS. Em quimioterapias, foram  54.839 sessões, o equivalente a dez UNACONS; e 73.078 radioterapias, referente ao realizado por duas UNACONS. 
 
O HCP também oferece acompanhamento multidisciplinar aos pacientes, que trata de todos os aspectos físicos e psicológicos causados pelo diagnóstico do câncer - o serviço inclui fisioterapia, odontologia, nutrição, psicologia, fonoaudiologia, entre outros, e ainda, o serviço de próteses reabilitadoras. Em 2019, foram realizadas mais de 68 mil consultas multidisciplinares e outras 152.452 consultas médicas, além de 672.029 exames ambulatoriais e hospitalares. 
 
Doação_ Para oferecer o tratamento ao paciente, o HCP conta com doações de pessoas físicas e jurídicas. As quantias e insumos doados são utilizados para complementar o tratamento do paciente, no custeio - auxiliar na produção de mais de duas mil refeições diárias, na modernização do parque tecnológico e das instalações físicas do hospital. O HCP conta com setor de Captação de Recursos e com parcerias empresariais, a exemplo das redes de supermercado Arco-Mix, Extrabom e Bem Bom, através da campanha Troco Solidário. Iniciado em 2018, a parceria com a Arco-mix chega, em novembro deste ano, a R$ 1 milhão em doações. “O sentimento de responsabilidade social vem aumentando o engajamento do empresariado. A doação e a destinação de recursos ao HCP vem crescendo, mas  as demandas de atendimento são exponenciais. É um grande desafio e só temos agradecer aos parceiros”, avalia Hélio Fonsêca.
 
Para insumos, a instituição também conta com fortes parcerias, a exemplo da Usina Olho D’água, que doa toda a necessidade de açúcar da instituição; Cristal Tropical, que disponibiliza água mineral; Frango Natto, com doações quinzenais de frango; Armazém Coral, com doações financeiras e materiais de construção; e Asa Branca Turismo, com a necessidade de transporte. As doações podem ser realizadas de forma online, pelo site da instituição (hcp.org.br/doacaoes) ou por telefone, através da Central de Doações (81.3217-8290), onde o doador escolher a melhor forma para realizar a sua contribuição.
 
Em 2020 o HCP criou o Núcleo de Projetos Estratégicos com o objetivo de tornar possível a elaboração, submissão e execução de projetos que trarão novos aportes financeiros ao hospital. Formado por departamentos estratégicos da instituição, busca trazer sustentabilidade financeira para as ações necessárias com vistas na melhoria dos processos assistenciais, financeiros, administrativos, inovação, modernização e melhoria de práticas, dirimindo as vulnerabilidades do hospital.
 
Inovação_ Mesmo com a pandemia da Covid-19, o HCP implantou uma Inteligência Artificial (IA) para auxiliar os radiologistas na avaliação dos exames de imagem. O sistema funciona através de um robô que capta as imagens das radiografias e mamografias e indica, ao radiologista, alterações sugestivas para câncer. A tecnologia aumenta em 20% a taxa de diagnóstico precoce da doença. “É inovador. Implantamos uma tecnologia utilizada internacionalmente. Com a Inteligência Artificial podemos proporcionar agilidade aos atendimentos e aumentar a qualidade dos diagnósticos. O objetivo do HCP é, gradativamente, ampliar a utilização da Inteligência Artificial para exames de tomografias e para os demais ambulatórios de especialidade do hospital”, ressalta o superintendente técnico do HCP, dr. Fábio Malta.   
 
Também em 2020, o Hospital de Câncer de Pernambuco implantou um dos mais modernos softwares de gestão de saúde desenvolvidos no mundo. O novo sistema de tecnologia integra as áreas administrativas e assistenciais da instituição, auxiliando nas necessidades clínicas e de gestão hospitalar. Entre os benefícios trazidos pelo Sistema, está a implantação do Prontuário Eletrônico de Paciente (PEP), eleito pela terceira vez como melhor Prontuário Eletrônico do Paciente da América Latina, por meio do qual todas as informações do paciente estarão disponíveis e atualizadas de forma digital. 
 
Assistência e comunicação_ Dentro da missão instituição de apoiar programas de prevenção, o HCP, por meio do seu departamento de Marketing e Comunicação, promove campanhas educativas com o objetivo de levar informação à população. Com o apoio da equipe médica e multidisciplinar, o setor elabora conteúdos didáticos, incentivando atitudes preventivas ao câncer e o cuidado com a saúde. “Nosso trabalho é utilizar a comunicação a nosso favor e ao serviço da sociedade. Criar conteúdos simples, porém informativos, que incentivam práticas saudáveis, não apenas para prevenir o câncer, com nossas campanhas anuais Julho Verde, Outubro Rosa, Novembro Azul e Dezembro Laranja, mas a saúde como um todo. Com o apoio da imprensa e das redes sociais conseguimos mostrar para a sociedade que a prevenção e a detecção precoce salvam vidas”, destaca o gerente de Marketing e Comunicação, Gustavo Penteado.
 
Ensino e Pesquisa_ Nos últimos anos, o HCP vem se tornando, também, referência em ensino e pesquisa e na formação de novos profissionais em oncologia nas áreas médicas, multiprofissionais e uniprofissionais. Desde o início da formação de especialistas na instituição, já foram formados 32 residentes em especialidades médicas (mastologia, oncologia cirúrgica, oncologia clínica e cirurgia de cabeça e pescoço) e 46 em especialidades multi e uniprofissionais, como odontologia, enfermagem, fonoaudiologia, farmácia, entre outras. O departamento também responde pela organização dos estágios e especializações em instituições nacionais e internacionais; o desenvolvimento de grupos de pesquisas clínicas - atualmente o Centro de Pesquisas Clínicas do HCP colabora com sete estudos internacionais, através da investigação de medicamentos testados em 29 pacientes; a promoção de cooperações científicas; e a realização do programa de Fellowship, além de cursos, congressos, simpósios e conferências.
 
Dentro do contexto de formação profissional, o departamento de Ensino e Pesquisa do HCP, através do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (PRONON), deu início de outubro até novembro deste ano, as inscrições para o Programa de Educação Permanente em Cuidados Paliativos. A capacitação gratuita tem o objetivo de aperfeiçoar a qualidade da assistência aos pacientes oncológicos tratados na rede do SUS de Pernambuco, difundindo conhecimento, capacitando e ensinando os profissionais da área médica e multidisciplinar para atuar no segmento.
 
Voluntariado_ Os pacientes do HCP contam com o apoio da  Rede Feminina de Combate ao Câncer de Pernambuco. São cerca de 300 voluntários, entre mulheres e homens que dão suporte ao paciente durante e após o tratamento. A Rede Feminina atua na instituição desde sua fundação, há 75 anos, viabilizando e oferecendo, de forma humanizada, doações diárias de medicamentos, alimentos, artigos de higiene pessoal, exames, próteses, e perucas, além de promover oficinas de artesanato, assistência espiritual e eventos, com o objetivo de proporcionar alegria aos pacientes e acompanhantes. Entre outras atividades, a Rede também é responsável pela administração da Casa de Mirella, centro de apoio destinado aos pacientes que não possuem condições para permanecer no Recife durante seus tratamentos. 


Camyla Nóbrega - Assessoria de Imprensa do HCP
Tecnologia do Blogger.