Anvisa recomenda Coronavac e vacina de Oxford


Da Redação da IstoÉ

17/01/21 - 13h02 - Atualizado em 17/01/21 - 13h09

A Gerência Geral de Medicamentos da Anvisa acaba de recomendar a aprovação do uso emergencial da Coronavac – produzida pelo Instituto Butantan, em parceria com o laboratório chinês Sinovac – e da vacina de Oxford.

Agora, a recomendação será votada mais tarde por todos os cinco diretores da agência, que está reunida desde às 10h para liberar tanto a Coronavac, como o imunizante produzido pela Fiocruz, no Rio, em parceria com a AstraZena/Oxford.

A gerência de medicamos disse que a decisão “está condicionada ao monitoramento das incertezas e reavaliação periódica”. Com essa decisão, é praticamente certa a decisão de que a Anvisa vá liberar o uso emergencial até o final da tarde.

Depois do anúncio oficial, o governador João Doria deverá se pronunciar sobre os próximos passos a serem tomados quanto ao início da vacinação, que pode começar ainda nesta segunda-feira.

Tecnologia do Blogger.