Pastor Francisco Eurico do Patriota, prevê 2021 de muitas dificuldades para o governo de Bolsonaro


O deputado federal por Pernambuco, Pastor Eurico (Patriota) lamenta a radicalização, que de acordo com ele, houve nas esferas estaduais e municipais em relação a novo coronavírus. Em entrevista concedida ao Blog do Alberes Xavier, o deputado destacou também a postura do presidente da República, Jair Bolsonaro em relação a crise sanitária. 

De acordo com o deputado, diversos fatores contribuíram para a crise econômica enfrentada no país. "Houveram também algumas outras questões que ajudaram em prejuízos na questão econômica. Todos nós observamos a luta do nosso presidente da República, até porque sempre lutou a favor das pessoas, lutou também em favor da saúde, mas sempre dizendo que não poderíamos resolver uma questão sacrificando a outra”, disse. 

Para o deputado, a população já possui certa consciência a respeito dos protocolos que devem ser adotados para a contenção da pandemia, o que permitiria, de acordo com o mesmo, retomada do setor produtivo do país. "Com essa conscientização, vem a autoproteção, todas as pessoas com essa conscientização podem estar trabalhando, produzindo e o Brasil só tem a ganhar”, disse. 

Radicalização – O mesmo apontou na oportunidade uma suposta radicalização por parte de gestores estaduais e municipais em relação a pandemia. "Lamentamos porque houve uma certa radicalização, não por parte do presidente da República, quero deixar isso bem claro, mas por parte de alguns gestores de níveis estaduais e municipais, com a querência é claro, do STF, e hoje estamos amargando alguns prejuízos, mas aos pouquinhos o Brasil começa a entrar na rota da recuperação”, avaliou.  

2021 - Questionado sobre suas expectativas para este ano de 2021, o deputado disse que deverá ser um ano difícil. "Sabemos que vai ser um ano com muitas dificuldades, porque o Governo Federal também está com dificuldades, até porque houveram muitas aprovações de programas assistenciais por causa da pandemia. Não se sabe até agora o desfecho final, porque não temos ai uma confirmação de finalização da pandemia. Não podemos esperar muita coisa, salvo se tivermos por ai uns milagres acontecendo”, disse.

Enviado por Alberes Xavier

Tecnologia do Blogger.