CPI do Senado quer gastos de sete cidades em PE

Blog do Magno Martins 


O presidente da CPI da Covid-19 no Senado, Omar Aziz (PSD-AM), enviou o "Oficio 365/2021 - CPIPANDEMIA" para o Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) requisitando informações sobre todos os processos investigativos, relatórios de auditorias e inspeções, com papéis de trabalho, sobre todos os recursos federais aplicados pelo Estado de Pernambuco e sete cidades do Estado. O Ofício atendeu a requerimento do senador Ciro Nogueira (PP-PI).

Além do Governo de Pernambuco, estão abrangidos pela requisição da CPI em Pernambuco as seguintes prefeituras: Recife, Jaboatão dos Guararapes, Paulista, Cabo de Santo Agostinho, Olinda, Caruaru e Petrolina. O TCE-PE terá até a semana que vem para atender a requisição.

O foco maior da CPI, contudo, segue sendo a gestão do ex-prefeito Geraldo Júlio (PSB) em 2020, alvo de sete Operações da Polícia Federal sobre supostos desvios de verbas para covid-19. Um recorde nacional de operações da PF em uma mesma cidade em 2020.

O próprio TCE-PE, na semana passada, fez um julgamento tentando dar a compra dos respiradores como regular. A PF rebateu dias depois em nota oficial, indiciando por crimes três assessores de Geraldo Júlio.

A Justiça Federal já liberou para a CPI o acesso à Operação Apneia, famosa nacionalmente pela compra de respiradores de porcos para os recifenses. Esta semana, já chegaram novos Ofícios da CPI pedindo à Polícia Federal acesso a outras operações contra a gestão de Geraldo Júlio.
Tecnologia do Blogger.