Náutico vence Sport nos pênaltis e é campeão pernambucano


Nos pênaltis, Náutico vence Sport, quebra tabu de 53 anos e é campeão pernambucano

Timbu sai na frente com Kieza, vê Sport empatar no finalzinho com Mikael, mas cresce nos pênaltis, com polêmica de VAR, e volta a ganhar título diante do rival, o que não acontecia desde 1968

O tabu, que durava desde 1968, não existe mais. Após 53 anos, o Náutico voltou a vencer o Sport numa decisão, exorcizou o fantasma de uma longa escrita e chegou, nos Aflitos, ao seu 23º título pernambucano da história. Para fazer isso, no entanto, a equipe teve de lutar um bocado. Saiu na frente com Kieza, aos 33 do segundo tempo, pareceu ter deixado o troféu escapar quando sofreu o empate aos 42, mas cresceu nos pênaltis. Até a sorte favoreceu o Timbu. Giovanny perdeu sua cobrança, mas o VAR – alegando que Maílson se adiantou – mandou repetir a cobrança. Ele fez, Marquinhos perdeu e K-9 definiu. O Timbu, dono do melhor ataque e da melhor campanha, é campeão estadual de 2021.

Além de artilheiro, com 10 gols, Kieza foi o herói do título do Náutico. Autor do gol do Náutico no tempo normal, coube a ele bater – e converter – o pênalti decisivo. Ídolo da torcida pelo acesso à Série A em 2011 e por outras boas passagens pelo clube, agora ele escreve seu nome na história alvirrubra com título, seu primeiro nos Aflitos.

Fonte: Globo Esporte

Tecnologia do Blogger.