PAULO: TEMOS DE COBRAR QUE GOVERNO NÃO ERRE MAIS


O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), fez críticas à atuação do Governo Federal no combate à pandemia. O gestor disse que "vai cobrar" a União para que "não erre mais". Ele também reclamou do ritmo de vacinação.

"A gente tem que fazer muita cobrança ao Governo Federal, que infelizmente não se preparou para a vacinação, não cuidou da pandemia. Isso realmente prejudicou muito os estados e municípios e agora a gente tem que cobrar para que o Governo Federal não erre mais. Que daqui para a frente busque acertar", declarou em entrevista ao radialista Alberes Xavier durante a semana.

Paulo Câmara também criticou diretamente o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). "As atitudes do presidente prejudicam o trabalho dos estados e municípios", disparou. "Infelizmente o presidente insiste em não usar máscara, em não respeitar o isolamento social, em não dizer para a população que o vírus continua a circular e que pode matar, como tem matado tantos brasileiros", prosseguiu.

Ainda segundo Paulo, a CPI da Covid surgiu "para que erros não sejam repetidos". Na entrevista, o governador se esquivou sobre a disputa ao Palácio do Campo das Princesas em 2022. "Vamos deixar essas questões mais para a frente. Assim exige o momento atual", declarou.

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e ex-prefeito do Recife, Geraldo Julio, é o favorito para disputar a sucessão pelo PSB. Já o secretário da Casa Civil, José Neto, teve seu nome defendido por algumas lideranças da Frente Popular. (Do Blog do Magno Martins)

Por Alberes Xavier

Tecnologia do Blogger.