Redes socias

Brasil Multi Vídeos

Brasil Multi Vídeos
O seu canal de entretenimento

RDS

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Armando defende financiamentos do BNDES




   Coube ao senador Douglas Cintra (PTB-PE) presidir, ontem (16/6), a parte final da longa audiência no Senado, de mais de quatro horas, na qual o ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro, defendeu os financiamentos do BNDES a obras de construtoras brasileiras no exterior. É a primeira vez que o ministro e seu substituto no Senado participam, lado a lado, de cerimônia pública em Brasília.

   Foi por requerimento de Cintra que as Comissões de Assuntos Econômicos (CAE) e de Ciência e Tecnologia (CCT) realizaram audiência conjunta para serem informadas das diretrizes do MDIC para 2015. Elogiado por todos os senadores presentes, inclusive da oposição, como Tasso Jereissati (PSDB-CE), Armando Monteiro rebateu as críticas aos financiamentos do BNDES a empreendimentos no exterior, especialmente do porto de Mariel, em Cuba, realizado pela Odebrecht com empréstimo de US$ 682 milhões do banco.

   Segundo o ministro, os quase US$ 12 bilhões de financiamentos do BNDES a obras de construtoras brasileiras no exterior, desde 2007, que se caracterizam como apoio à exportação de serviços, representam somente 1,6% dos orçamentos do banco nos últimos oito anos, de cerca de R$ 50 bilhões anuais. Negou que o apoio do BNDES a projetos executados por empresas brasileiras no exterior signifique deixar de financiar empreendimentos no país.

   A primeira pergunta a Armando Monteiro no longo debate da audiência pública conjunta da CAE e CCT foi feita pelo senador caruaruense. Cintra indagou como o Nordeste estará inserido no Plano Nacional de Exportações a ser lançado no próximo dia 24. O ministro assegurou que um dos objetivos do Plano será diversificar as origens das exportações, dando maior suporte às empresas de regiões de menor dinamismo econômico.


Fonte: Blog do Magno Martins.

Nenhum comentário:

Postar um comentário