Redes socias

AgresTv

AgresTv
assista ao vivo: http://www.facebook.com/agrestv

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Alunos e professores do IFPE Campos Belo Jardim realizam manifestação contra o Ministro Mendonça Filho!

Google



Do Blog Tô de Olho



   Os estudantes do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) vêm por meio deste manifesto denunciar a tentativa do governo interino do presidente Michel Temer, junto com o seu ministro da Educação, Mendonça Filho (MENDONCINHA), de desmontar o IFPE.

   O assunto foi tratado a portas fechadas e anunciado em reunião do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif). Sem debate com a sociedade, o ministro da Educação já anunciou o projeto de enfraquecimento da instituição, que consiste no fechamento de alguns campus e o desmembramento do IFPE.

   Os estudantes defendem a unidade e luta de toda a sociedade pela defesa e fortalecimento do instituto, que hoje atende cerca de 20 mil alunos em todo o Estado.

Confira aqui os riscos que corre o IFPE:


1 – O enfraquecimento do IFPE, com a divisão em duas reitorias.

2 – Criação de novas despesas administrativas de cerca de R$ 2 milhões, somente em cargos comissionados, dinheiro que poderia ser investido na melhoria da instituição.

3 – Mudança no critério de escolha dos reitores e diretores gerais dos Campus, que agora passarão a ser indicados pelo ministro. A ação é um desrespeito à vontade democrático da comunidade acadêmica, que por meio de eleição direta definiu os seus atuais dirigentes.

4 – A criação de uma nova reitoria tem APENAS objetivo eleitoreiro, já que a nova sede será em Belo Jardim, reduto eleitoral do ministro Mendonça Filho (MENDONCINHA).

5 – A imposição de uma política educacional marcada pela falta de diálogo com a sociedade e de costas às necessidades dos estudantes do IFPE.

6 – Fechamento de Campus do IFPE, começando pelo de Afogados da Ingazeira, que hoje atente toda a população do Sertão do Pajeú, com 325 mil habitantes.

7 - A divisão do IFPE entre o Agreste e a Região Metropolitana do Recife, criando uma dicotomia retrógrada entre campo e cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário