Morre o ator e dublador Ednaldo Lucena – O Anás do “Maior espetáculo ao ar livre do Mundo”


Ele fazia parte do espetáculo desde antes da criação da cidade-teatro.

Morreu, no Rio de Janeiro, o ator e dublador Ednaldo Lucena, que vinha dando vida a Anás, um dos sacerdotes que busca condenar Jesus, e também Elias, que anuncia Jesus logo na primeira cena.

Ednaldo fez por quase 20 anos o apóstolo Judas Iscariotes. “Teve um ano que fui Judas e [o rei] Herodes ao mesmo tempo. Foi um inferno, principalmente quando tinha duas sessões no mesmo dia. Teve época que ainda fazia o cego. Está no meu sangue já, venho todo ano”, orgulhava-se.

Paixão
O amor de Ednaldo pelo espetáculo de Fazenda Nova era tanto que os doze anos em que ficou sem conseguir vir a Pernambuco para participar da Paixão foram dos mais difíceis. “Gravavam todo o espetáculo aqui e me mandavam a fita para escutar. Quando dava o horário do espetáculo, eu colocava a fita e ficava escutando, para sentir que estava lá”, relembrava Ednaldo, que aproveitava também para relembrar os tempos em que trabalhava em radionovela.

Tendo sido também mágico profissional por muitos anos, Ednaldo foi o responsável por alguns dos truques do espetáculo, em especial o enforcamento de Judas.

"E lá se foi mais um pedacinho da história das muralhas de Jerusalém!!

Que a espiritualidade o receba na LUZ, Ednaldo Lucena. Que possamos hoje nos curvar para aplaudir o fantástico ator que você foi, e que os inúmeros personagens interpretados na Paixão de Cristo, sejam perpetuados em nossas memórias." Disse Nena Pacheco.

De: jornaldecaruaru
Tecnologia do Blogger.