Redes socias

Brasil Multi Vídeos

Brasil Multi Vídeos
O seu canal de entretenimento

RDS

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Com plenário lotado, Câmara empossa deputados eleitos



Do G1.




   Os 513 deputados eleitos e reeleitos em outubro tomaram posse na manhã deste domingo (1º/2) na Câmara, em Brasília, para a próxima legislatura na Casa. A cerimônia, prevista para iniciar às 10h, começou com aproximadamente 12 minutos de atraso.

   A cerimônia de posse foi presidida pelo deputado Miro Teixeira (PROS-RJ), o parlamentar mais velho dentre aqueles com maior número de legislaturas, como diz o Regimento Interno da Casa. Durante o discurso de abertura, Teixeira citou nomes como Ulysses Guimarães e Rubens Paiva entre os ex-ocupantes memoráveis da Câmara e foi bastante aplaudido pelos pares.

   Por volta das 10h20, após a execução do Hino Nacional, Miro Teixeira convocou todos os deputados para fazerem o juramento de posse. O texto, lido no plenário Ulysses Guimarães, diz: "Prometo manter, defender e cumprir a Constituição, observar as leis, promover o bem geral do povo brasileiro e sustentar a união, a integridade e a independência do Brasil".

   Logo após a leitura do juramento, todos os 513 deputados foram chamados nominalmente para confirmar o compromisso feito. Os primeiros parlamentares a serem chamados foram os deputados da região Norte e os últimos, os da região Sul.

   Principais concorrentes na disputa à presidência da Câmara, os deputados Arlindo Chinaglia (PT-SP) e Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foram bastante aplaudidos quando tiveram seus nomes lidos durante a cerimônia.

   Do lado de fora do Congresso Nacional, cerca de cem pessoas realizavam uma manifestação contra a presidente Dilma Rousseff e contra a corrupção. Os manifestantes pediram, inclusive, o impeachment de Dilma e a intervenção militar no país.







Manifestantes pedem intervenção militar no país do
lado de fora do Congresso Nacional
(Foto: Renan Ramalho/G1)







Nenhum comentário:

Postar um comentário