Chapa "Unindo o Brasil " vence eleição da Comissão Especial do Impeachment


Google


   Por 272 votos a favor, a chapa “Unindo o Brasil” –  formada por deputados da oposição e de partidos da própria base aliada da presidente Dilma Rousseff/PT – venceu ontem, terça-feira (08/12), o processo de escolha para a comissão especial do impeachment. O líder do Democratas na Câmara, deputado Mendonça Filho (PE), e o deputado Rodrigo Maia (RJ) integram a comissão que vai dar andamento ao processo de impeachment contra a Dilma. Elmar Nascimento (BA) e Moroni Torgan (CE) são os suplentes.

   A base governista tentou tumultuar o processo de votação, alegando que a votação precisaria ser aberta, enquanto o regimento determina votação secreta. Desde o início do processo de impeachment na Câmara, na semana passada, esta foi a segunda investigada mal sucedida dos parlamentares da base, afirmou o líder Mendonça Filho (PE).

   Lembrou que a base tentou montar uma “chapa branca” – formada apenas por deputados alinhados aos interesses do governo – para impedir o avanço do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff/PT na Câmara. “A comissão especial do impeachment não pode estar subordinada aos interesses do Palácio do Planalto”, ressaltou o líder Mendonça Filho.

   No total, a chapa “Unindo o Brasil” é formada por 39 deputados, integrantes da oposição e de partidos da base aliada do governo.



Assessoria de Comunicação



Rochelly Pinho

Tecnologia do Blogger.