O DETRAN, facilita ou prejudica a vida dos portadores de necessidades especiais?

guiainclusivo




   Na ultima segunda-feira (04/01) o jornal Nacional (Globo) exibiu uma reportagem, falando que o DETRAN (Departamento Estadual de Trânsito) a parti de hoje, quinta-feira (07/01) irá dobrar, passará de R$ 53,20 para R$ 127,69, a multa para quem parar em vagas especiais, para quem não tem credencial. E além desse aumento no valor da multa, a pontuação na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) passará de três para cinco pontos, e a infração vai mudar de leve para grave.

   Pensando bem esse aumento vai mais do que dobrar o valor, matematicamente o preço será elevado 140%.

   Agora eu lhe pergunto, caro amigo leito. O DETRAN quer facilitar ou prejudicar a vida dos portadores de necessidades especiais? Pois eu que sou um deles, e procurei o Departamento Estadual de Trânsito para adquirir a minha credencial, mas voltei “com as mãos abanando”. Sabe por que vim para casa sem a minha autorização de parar nessas determinadas vagas? Porque para que não consegue escrever a próprio ponho, a burocracia é muito grande.

   Outro transtorno que também passei no DETRAM, foi há uns meses atrás para emplacar um carro no meu nome. Tive que ir mais de duas vezes lá, para conseguir fazer o procedimento. São tantos documentos para se levar, e meu caso fui pior, porque nem eu nem minha esposa, a procuradora, não tínhamos comprovante de residência em nenhum de nossos nomes.

   Terceiro ponto que eu queria comentar, é sobre a isenção de alguns impostos na compra de carro 0km, para quem não sabe esse um é beneficio que pessoas com deficiências tem na compra de um carro novo. Mas nem sempre quem precisa consegui, por causa da burocracia, e principalmente do imposto de renda.

   Acho que as autoridades deveriam rever essas leis, porque dando um exemplo do ultimo ponto mesmo, alguém pode querer ajudar  nessa compra, mas sem interferir na sua renda, acho que isso devia ser justo.

autoideia

Tecnologia do Blogger.