Redes socias

AgresTv

AgresTv
assista ao vivo: http://www.facebook.com/agrestv

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Governo Michel Temer tem quatro ministros pernambucanos


Do G1 PE


Divulgação/g1



   Poucas horas depois do afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT), o presidente da República interino, Michel Temer (PMDB), anunciou o novo ministério e confirmou a participação de três deputados federais pernambucanos. Mendonça Filho (DEM), Raul Jungmann (PPS) e Bruno Araújo (PSDB) ocuparão pastas importantes: Educação, Defesa e Cidades. Horas mais tarde, o presidente interino anunciou também que o líder do PSB, deputado Fernando Bezerra Filho, será ministro de Minas e Energia.

   José Mendonça Bezerra Filho, 49 anos, liderou a bancada de oposição na Câmara dos Deputados. Ex-governador (2005-2006) e autor da emenda que autorizou a reeleição para presidente do Brasil, em 1998. Formado em administração de empresas pela Universidade de Pernambuco (UPE) e com cursos nos Estados Unidos, Mendoncinha, como é conhecido, perdeu a eleição para o governo, em 2006, e duas vezes para prefeito do Recife (2008 e 2012).

   Bruno Araújo, 44 anos, foi alçado a destaque nacional da oposição ao PT com o voto que sacramentou a admissibilidade do processo de afastamento de Dilma pela Câmara dos Deputados, em 17 de abril. Foi de Araújo o sufrágio número 342, número simbólico para garantir o primeiro passo no processo que afastou a presidente. “Carrego comigo nossas histórias de luta pela liberdade e pela democracia. Por isso, digo ao Brasil, sim pelo futuro”, disse. Advogado formado pela Faculdade de Direito do Recife, está no terceiro mandato em Brasília.

   Ex-ministro da reforma Agrária de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), deputado federal e ex-vereador do Recife, Raul Jungmann (PPS) tem 64 anos. Consultor empresarial, também já passou pela presidência do Instituto Brasileiro de Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Ele ficou conhecido nacionalmente como expoente da luta pelo desarmamento. Foi um dos maiores defensores da proibição definitiva da venda de armas no Brasil.

   Último a ser anunciado, Fernando Bezerra Filho (PSB), 32 anos, é formado em administração de empresas, exerce seu terceiro mandato como deputado federal e é o atual líder do partido na Câmara Federal. O socialista é filho do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) e tem sua base eleitoral na região de Petrolina, no Sertão do estado. Em Brasília, integrou importantes comissões, como: a da transposição do Rio São Francisco e a comissão especial da crise econômico-financeira.

Nova bancada

chavalzada.com
   A escalação de quatro deputados federais para o ministério de Michel Temer muda a configuração da banca pernambucana em Brasília. Assumirão os mandatos a ex-prefeita de Salgueiro (Sertão) Creuza Pereira (PSB), Severino Ninho (PSB), ex-prefeito de Igarassu (Grande Recife), Guilherme Coelho (PSDB), ex-prefeito e atual vice-prefeito de Petrolina (Sertão), e Roberto Teixeira (PP), ex-vereador do Recife e ex-deputado federal.

   Com a chegada dos quatro novos deputados, a bancada pernambucana contará, ao todo, com sete suplentes. Além dos novatos, integram a lista Cadoca Pereira (PDT), Augusto Coutinho (SD) e Fernando Monteiro (PP). Creuza teve 24.775 votos e será a segunda mulher na bancada. A outra é a ex-prefeita de Olinda Luciana Santos (PCdoB).  Ex-deputado, Ninho recebeu 21.043 votos e volta a Brasília.  Coelho, pré-candidato em sua cidade, teve 18.962 votos para federal. Já Roberto Teixeira , que também retorna à capital federal, conquistou 16.181 votos no último pleito.


Confira abaixo a relação dos novos ministros

UOL


Fazenda:
Henrique Meirelles;

Planejamento:
Romero Jucá (PMDB);

Desenvolvimento, Indústria e Comércio:
Marcos Pereira;

Relações Exteriores (inclui Comércio Exterior):
José Serra (PSDB);

Casa Civil:
Eliseu Padilha (PMDB);

Secretaria de Governo:
Geddel Vieira Lima (PMDB);

Secretaria de Segurança Institucional (inclui Abin):
Sérgio Etchegoyen;

Educação:
Mendonça Filho  (DEM);

Saúde:
Ricardo Barros (PP);

Justiça e Cidadania:
Alexandre de Moraes;

Agricultura:
Blairo Maggi (PP);

Trabalho:
Ronaldo Nogueira (PTB);

Desenvolvimento Social e Agrário:
Osmar Terra (PMDB);

Meio Ambiente:
Sarney Filho (PV);

Cidades:
Bruno Araújo (PSDB);

Ciência e Tecnologia e Comunicações:
Gilberto Kasssab (PSD);

Transportes:
Maurício Quintella (PR);

Advocacia-Geral da União (AGU):
Fabio Medina;

Fiscalização, Transparência e Controle (ex-CGU):
Fabiano Augusto Martins Silveira;

Defesa:
Raul Jungmann (PPS);

Turismo:
Henrique Alves (PMDB);

Esporte:
Leonardo Picciani (PMDB);

Minas e Energia:
Fernando Bezerra Filho (PSB);

Integração Nacional:
Helder Barbalho.



Nenhum comentário:

Postar um comentário