População de Gravatá será contemplada com UTI

Blog do Magno Martins


O município de Gravatá, no Agreste pernambucano, disponibilizará para a sua população, de forma inédita, dez leitos próprios de UTI - Unidade de Terapia Intensiva. A instalação dos novos espaços, voltados para o atendimento que exige nível alto de atenção, já foi iniciada. A previsão é de que o local receba os primeiros pacientes nesta segunda quinzena de abril.   

Esta iniciativa, tratada como prioridade pela gestão do prefeito Padre Joselito (PSB), é fruto da parceria firmada entre o município e o Governo do Estado. A UTI, que funcionará no Hospital Doutor Paulo da Veiga Pessoa, atende a uma antiga demanda dos cerca de 85 mil gravatenses, que, atualmente, precisam se deslocar para outras cidades, em busca de tratamento apropriado. 

Há pouco mais de três meses à frente do Poder Executivo Municipal, Padre Joselito destacou a importância da ação. “A população fez um pedido de socorro para que a cidade tivesse uma estrutura hospitalar mais equipada, que atendesse às suas necessidades, principalmente, as mais urgentes, sendo assim, não medimos esforços para tirar o projeto do papel. Agilizar o atendimento significa salvar vidas”, explicou o prefeito. 

Sobre o uso da UTI, o secretário municipal de Saúde, José Edson, esclareceu: “Investir em saúde é prioridade para a Prefeitura de Gravatá. Significa investir na qualidade de vida das pessoas, desta forma, os leitos funcionarão de forma definitiva, mesmo quando a situação da pandemia for controlada. A nossa missão sempre será trabalhar em prol de quem mais necessita.”
Tecnologia do Blogger.